ANDRÉ SIER

ANDRÉ SIER (1977) vive e trabalha em Lisboa como artista-programador de máquinas nos seus estúdios s373.net/x. Produz desde 1997 peças dinâmicas em código, 3d, vídeo, som, electrónica, desenhos, entre outros meios. Ensina regularmente programação áudio-visual desde 2002, sendo actualmente professor assistente convidado em artes digitais na Universidade de Évora. Destaca as séries 'struct', '747', 'Space Race', 'uunniivveerrssee', 'piantadelmondo', trabalhos imersivos em espaços abstractos, muitas vezes usando dados de interacções site-specific a partir de microfones e câmaras, ou sintetizando experiências com matemáticas estocásticas, generativas e caóticas. Premiado nos Jovens Criadores (2006) com 'struct_5' e na XV Bienal de Vila Nova de Cerveira com 'Interestrelar' (2009), salienta igualmente a série 'k.' iniciada em 2007 na galeria net.art da DGArtes e a aquisição de 'struct_1' pelo MEIAC em 2006. Desde 1997, já exibiu e performou código, instalações/objectos em várias galerias, festivais, espaços artísticos de Portugal, Espanha, USA, Itália, Alemanha, Brasil, Eslovénia, Polónia, Suiça.