Parceiros


F I C A - oficina criativa 
F I C A é uma oficina para criar à mão. São 120 metros quadrados prontos para homenagear o produto manualmente concebido com workshops, aluguer de máquinas, ferramentas e materiais. Este é um lugar onde curiosos e profissionais podem realizar os seus projectos, de forma independente ou com ajuda especializada. Aqui não interessa o valor artístico ou o tamanho das ideias, mas sim a vontade de contrariar a velocidade da produção em série pondo mãos à obra. Ou melhor, pondo as mãos nas próprias obras.

Stolen Prints 
Estúdio de impressão em Lisboa, especializado em produção de edições limitadas de livros, fanzines e múltiplos, em Risografia, Offset digital e Serigrafia. 

Rotten Fresh
Editora discográfica DIY focada em promover novos projectos dentro da música alternativa portuguesa. 

O OLHO | Atelier de cerâmica
É um atelier de cerâmica aberto a toda a gente com vontade de fazer cerâmica, sejam artistas profissionais, iniciantes ou amadores. O OLHO é um espaço onde ceramistas podem trabalhar num ambiente colaborativo e descontraído.

RAUM
É uma plataforma online que aloja residências de artistas e estruturas ligadas à criação e programação artística e outras, com actividades nos domínios da difusão, educação e formação na área das artes - nomeadamente unidades de investigação universitária, projectos editoriais, museus, escolas de artes visuais e projectos independentes. As áreas artísticas inicialmente contempladas são a fotografia, as artes visuais, cinema, arquitectura, design, música e artes sonoras. As entidades parceiras são convidadas a desencadear processos criativos, que se materializam em propostas de criadores convidados: textos de investigação, artigos, ensaios visuais, projectos gráficos, sonoro-musicais, cinematográficos ou outros, realizados especificamente para a plataforma.

A BESTA
É um colectivo editoral independente de música alternativa, com princípios assentes na filosofia do-it-yourself. Composta por um conjunto de ego-maníacos de esquizofrénica atomização, a Besta trata-se de gente sediada em parte alguma com vontade de estar em todo o lado. Fundada em noites de produtividade duvidosa no ano de 2013 e no ímpeto bem pós-mó de fazer coisas ou criar, avança como tecto sem-abrigo de promoção de eventos culturais ou como editora contando com bichos de toda a espécie e tamanho. Tem braços suficientes para abraçar aqueles que, assentes na ideia da música livre feita para gente liberta ou com desejo de se libertar, queiram entrar no seio d’A BESTA.